A filmagem com a pomba.

Há alguns anos criamos um roteiro para um cliente, de um VT de 30" em que uma pomba branca voaria, sob um fundo preto. A produtora, OL, comprou a idéia e o cliente também.

A idéia era poética, um roteiro redondinho, só faltava a pomba. Na nossa cidade é difícil de comprar e encontrar várias coisas, uma pomba branca então...

Passo 01 - pegar uma pomba branca. Tarefa difícil, primeiro porque as pombas que encontramos em praças e lugares públicos são vira-latas de várias cores misturadas. Mas conseguimos achar e pegar uma pomba toda branca.

Passo 02 - fazer a modelo atuar. Olha, admito que esta parte foi a mais difícil. Bem, a pombinha não estava muito afim de voar e foi preciso convencê-la, então jogamos ela pra cima. Jogar pra cima, pegar, jogar de novo. Perdi a conta de quantas vezes fizemos isso...

Passo 03 – a edição. Horas a fio se transformaram em pouquíssimos segundos na abertura de um VT, com slow motion nas imagens e fusão o voo ficou espetacular.

Passo 04 - o fim. Depois de algumas horas de filmagem e 2 dias de sequestro devolvemos a pomba onde foi achada. Mas, sinceramente, até hoje me pergunto se o bichinho sobreviveu aquela filmagem. Quanto ao estúdio da produtora, depois da filmagem era uma mistura de coco de pomba com penas soltas, um estado lastimável, petição de miséria...

Comentários

Postar um comentário