Encravada.



Tem um bom tempo que não conto nenhuma das minhas histórias que dão nome a esse blog, e olha que em 22 anos de profissão eu tenho algumas. Lembrei de uma boa.

Eu tive uma "secretária de assuntos gerais" que era uma figura, hoje totalmente fora da área, virou PM (é verdade, por mais incrível que pareça).

Certa vez pedi a ela para fazer uns serviços no banco da empresa, vocês conhecem como é gerente-em-época-de-bater-meta, um ser humano desesperado. Após a conversa com o gerente ela me apresentou as maravilhosas e nababescas vantagens de um seguro de vida meu nome:

- Olha Lu, se você um dia, Deus me livre né, ficar "encravada" numa cama...

Nessa parte eu interrompi e perguntei como eu conseguiria tal feito? Talvez se eu entrar entre o estrado e o colchão dê para eu "encravar bonito"?

Aí ela me olhou com cara de paisagem, ainda sem entender... Então eu perguntei se não seria "entrevada" ao invés de "encravada" em uma cama?

Comentários