Um QI de 75 e uma garantia para grandes lições de vida


Existem filmes raros, que posso incluir numa categoria atemporal e que eu tenho vontade de ver mil vezes... Não enjoou e sempre tiro algo de bom.
Simplicidade e pureza. Verdade e conteúdo. Drama e amor.
Histórias contadas de forma tão intensa e envolvente que é impossível não se emocionar com Forrest Gump. Revi este filme neste fim de semana, Tom Hanks tem uma interpretação incrível e o diretor Robert Zemeckis consegue envolver em cada cena. A trilha sonora, com sua música tema, é um show a parte.
A pureza do Forrest e a forma dele encarar a vida, sem medo nenhum de viver coisas novas, conhecer lugares, de se dar a um amor... Uma cena em especial me chamou atenção, a do teste de QI, que revela o dele apenas 75. Se o coração dele e sua força de viver pudesse ser medido por um teste de assim... Se as pessoas com QI alto pudessem ser pessoas melhores em todos os sentidos... Fico pensando o quanto temos a aprender com esse filme e com o comportamento do seu protagonista
Embora eu não concorde com tudo da academia neste caso os 6 Oscars deste filme foram muito bem merecidos.
Era desnecessário falar que chorei, mas confesso. Filmes tem um poder de me fazer vivenciar sentimentos de forma intensa. Até os desenhos animados, às vezes.
Repetindo a capa do filme temos uma versão em Lego, ótima.

Comentários