Paixão mortífera e colorida.

Paixão não se explica... apenas se sente, mesmo que ela seja colorida porém mortífera e predadora. Eu, por exemplo, amo fotos, principalmente as de macro.
A paixão do fotógrafo Jimmy Hoffman, 50 anos, especializado em retratar a vida selvagem, é o louva-a-deus. Ele fez uma série de imagens de louva-a-deus, perto de sua casa em Costa Brava, na Espanha.
O fotógrafo diz que os louva-a-deus são seus insetos favoritos (prefiro as borboletas) por causa de seu comportamento predatório, suas formas e cores (como disse, tem gosto pra tudo, e paixão, definitivamente não tem lógica).
Depois de encontrar o inseto a ser fotografado, Hoffman pode passar até duas horas esperando pelo momento ideal (haja paciência e dedicação).

Achado do nosso seguidor Fellipe Paixão,  AQUI.

Comentários