O que eu digo na primeira desilusão amorosa dela?

- Mamãe eu contei pro Davi que eu gosto dele.
Minha filha solta lá do banco de trás do carro, sentada na sua cadeirinha. Depois de alguns meses de uma paixão platônica com direito a mil fantasias ela parece que tomou coragem e falou.

- É mesmo? E o que ele disse?

- Ele brigou comigo...

- Oh minha filha não fica triste não, às vezes a gente briga, mas fica bem depois.

- Eu não tô triste, tô com MUITA RAIVA DELE...

Eu esperava ter uma conversa parecida com isso com ela só daqui a um tempo, mas com 4 anos? Me parece tão precoce. Sempre senti muito ao ver crianças com a infância roubada, e agora, apesar deu não estimular estou sentindo na pele uma criança fora do seu tempo.

Laura parece que já teve sua primeira desilusão amorosa (não quero superestimar, mas pra ela é sério). O que dizer? Logo eu que tenho uma coleção de desilusões no meu currículo (e qual mulher não tem?).

Aceito sugestões sobre o que e como falar com ela.
















Comentários

  1. Diga a ela que se ele brigou porque não era da vontade de papai do céu! Tomara que ela não pergunte porque não é da vondade dEle né? Aí é um outro post! rs
    bjs

    ResponderExcluir
  2. É...tenho uma filha e sei bem como são essas crianças da geração Y...rs.

    Beijos
    Guilherme Bandeira
    www.olhaquemaneiro.com.br
    www.fandangossuicida.com.br

    ResponderExcluir
  3. Maycon,
    é uma boa ideia, me resolve muitas coisas no dia a dia, do tipo:

    - mamãe por que a lua é redonda?

    - porque Papai do céu fez ela assim, ele gostou.

    obrigada pela ajuda.
    bjs
    Lu

    ResponderExcluir
  4. oi Gui,

    ah sim, convesar com um pai de uma menininha quase da mesma idade é outra coisa.

    se bem que a Bia é um pouco diferente da Laura, rsrsrs.

    bjs
    Lu

    ResponderExcluir
  5. tipo tenta falar com ela minha filha
    não fica com raiva pois papai do céu
    não gosta disso. é também vc ainda está muito nova pra pra (paquerar) tudo acontece no tempo certo e ainda não chegou a sua hora.

    ResponderExcluir
  6. é verdade Sandro, é complicado ela aliar o sentimento de raiva e revolta ao sentimento de ser desapontada por alguém, tenho que saber trabalhar isso com ela.

    valeu,

    bjs
    Lu

    ResponderExcluir

Postar um comentário