Coluna Luciana no jornal Aqui | 15/janeiro/2015 - Os males do excesso, a era das selfies e o Narciso.


Comentários

  1. M Aparecida - Psicanalista15 de janeiro de 2015 11:56

    LU, o assunto é extenso e os argumentos idem, mas quem muito se expoem é porque quer mostrar algo que não possue, vejo o Self mais com uma auto-afirmacao de uma "imagem" que está no campo de desejo, que não é real mas fantasiada, é como se o individuo quisesse mostrar aquilo que ele gostaria de ser. Uma outra vertente esta no pensamento coletivo de que Temos que ser Feliz, fico perguntando....quem é" sempre" feliz?? Freud veio nos ensinar a conviver com as nossas mazelas, mas isso fica pra uma outra oportunidade. Saudades de vc, bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi Cida,
      eu, embora não tenha formação acadêmica para tais "achisses", penso exatamente como você. A auto exposição em excesso quer dizer algo inconsciente sim, e não é boa coisa... Um mundo perfeito, sem choro nem momentos tristes é uma utopia, todos os momentos fazem parte da vida e tem um propósito, inclusive o de crescermos como seres humanos melhores.
      Aceitar o que temos e buscar momentos felizes é uma ótima parte da vida. Eu tiro minhas fotos, mas minha vida não é um álbum de figurinhas público, rsrs.
      saudades também... bjs pra você e pras meninas

      Excluir

Postar um comentário