Previsão de Cores - Primavera Verão 2017


Onda Digital marca o início esportivo da temporada. Esse tema faz referência direta à moda esportiva e se adapta bem aos modelos elegantes de alfaiataria da temporada. Em seguida, vem o tema Fronteiras Urbanas, trazendo um toque descontraído para a segunda etapa da P/V 17. Essa nova tendência boêmia terá como público alvo os frequentadores de festivais e o mercado de moda casual. Quem ingressa no alto verão é tema Encontro de Culturas – a grande mensagem de verão da temporada. Com um foco de visão eclético de viajante, essa tendência gira em torno da exploração global e da união das culturas. O tema Pausa, o último das quatro tendências, marca o fim do verão. Baseado em uma nova proposta ao luxo, esse tema – com seus tons fortes e vivos – fecha a temporada bem a tempo do inverno chegar.
Em termos de cores, uma das principais propostas da temporada é a importância da cor púrpura para P/V 17, que chega para substituir o cor-de-rosa como cor-chave. Nesse verão, haverá também o ressurgimento do azul, não só como uma cor básica, porém como uma cor fashion. O verde irá terá um significado maior, com meio uma versão diferente de nostalgia. A tendência Fronteiras Urbanas verá o verde-abacate se destacar, fazendo lembrar os anos 50, enquanto que a Onda Digital trará um verde-azulado esfumado com um distinto toque dos anos 80.

ONDA DIGITAL 


Enfocada nas tonalidades esportivas e dinâmicas que refletiram a era dos anos 80, essa tendência glamorosa de cores direciona a primeira fase do início da P/V 17.
Inspirada pelo movimento artístico pós-internet, a Onda Digital se conecta ao espírito dinâmico dos anos 80 – mas de uma forma simples, moderna e elegante. Os gráficos poderosos, as tonalidades saturadas e as cores enérgicas aumentarão o volume, trazendo a sensação nostálgica dos anos 80 que evoca a característica única da onda digital. Embora nostálgica, essa tendência será esportiva, glamorosa e inovadora.


As cores são limpas e infusas com o look e a sensação da era digital. Os tons clássicos dos anos 80 retornarão e a cor de ameixa-preta surgirão como um tom chave. O magenta forte, o rosa-choque e o vermelho-fogo farão uma estreia brilhante na temporada, com o verde-jujuba e o amarelo-farol injetando um lampejo de cores revigorantes.

FRONTEIRAS URBANAS 


De olho nas fronteiras urbanas onde a cidade encontra o campo, a cor segue uma tendência mais suave e casual. Combinando os tons belos e decadentes com as qualidades duras da terra, essa nova boemia avança para a segunda fase.
Em 2017, uma nova energia virá das fronteiras urbanas, conforme a cidade se encontra com o campo. O foco irá se mover para o Leste Europeu, trazendo à cena uma estética crua e real, bruta, mas bela, que trata da própria essência das coisas. A ênfase no lar irá trazer também cores gastas pelo tempo, tons vintage e qualidades terrenas suaves e delicadas. Essa tendência será minimalista, honesta e acolhedora.


A cor trará uma sensação caseira. O rosa-chintz é aconchegante e confortável, o branco-claro traz a lembrança do lar à paleta, enquanto que os belos roxos suaves reavivam a memória com o cheiro de jacintos adocicados expostos em vasos sobre a mesa da cozinha durante primavera. Por meio da cor, a tendência Fronteiras Urbanas irá captar o aconchego do lar e as mudanças pequenas e transitórias que ocorrem de uma temporada à outra. Os tons de verde-abacate e âmbar-dourado, que remetem ao estilo dos anos 70, trarão um toque nostálgico de romance pastoral à paleta.

ENCONTRO DE CULTURAS 


Diretamente das praias inexploradas de Cuba e dos cálidos mares do Caribe, essa é uma verdadeira temática de alto verão, com tons vibrantes, alegres e empolgantes, que atingem a nota certa para a terceira fase.
A tendência Encontro de Culturas girará em torno da excitação de descobrir e explorar novos encontros culturais. Os olhares estarão voltados para Cuba e a cultura caribenha aparecerá como uma importante influência. O foco no mais autêntico espírito das ilhas menos exploradas do Caribe também trará uma onda de tons vibrantes, alegres e empolgantes, tão quentes e tão alegres, que farão rufar os tambores de aço. Essa tendência irá captar o alto verão e, com base nesse espírito de aventura, irá explorar o design de formas inovadoras e inusitadas.


‘Encontro de Culturas’ será o veículo de cores para o alto verão em 2017, formando um raio de sol conforme a paleta faz a transição do mar para a areia, até os limites da selva. Cacau, coco e areia serão as principais cores neutras, enquanto que os tons de manga, akee, verde-papagaio e rosa-pitaia vão trazer os toques tropicais vibrantes da cultura caribenha.

PAUSA


Essa proposta moderna ao luxo enfoca a qualidade nos detalhes. Uma paleta diversa passa pelos tons metálicos raros e as nuances puristas suaves chegando até a profunda riqueza, que transita para a quarta fase da meia-estação.
A tendência Pausa será o ponto final da P/V 17. Esse tema de luxo, que seguirá até o outono, se aterá às coisas importantes da vida – com foco no tempo, espaço, significado e experiência. Sendo assim, a paleta oferecerá uma pausa, um período de descanso, com cores sensíveis que dialogam em tom relaxante e reflexivo. Essa tendência será amável e introspectiva, ancorada no luxo.

O tema ‘Pausa’ irá oferecer uma paleta misteriosa de cores. Os tons frios de branco, azul e cinza e os tons quentes de azul-rochoso, damasco e coral-escuro criarão um efeito puro e tranquilizador. Há um ar de frescor para o verão, mas ele é equilibrado com os tons mais escuros da paleta, assim como o ébano, o café e o mangostão. Os discretos tons de dourado e champanhe aumentam o ar luxuoso, enquanto que o amarelo-horizonte trará um toque diferente ao lado mais sério desta tendência, alegrando levemente a paleta.

VIA 

Comentários